sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Turismo é um fenômeno com muitos fatores econômicos positivos: cria empregos, gera impostos e o desenvolvimento. Mas se for mal planejado e implantado, pode ser fator de poluição, exclusão social, concentração de renda, aumento da prostituição e exploração sexual de crianças e adolescentes. A responsabilidade por essas questões não é exclusiva dos governos (federal, estadual ou municipal), mas da sociedade organizada como um todo. Empresários, profissionais, organizações não-governamentais, sindicatos e comunidades organizadas devem participar e se comprometer com os resultados decorrentes dos projetos turísticos. Isso implica acesso à informação e à educação, para que a discussão seja feita com base em conhecimentos mais técnicos e profundos. Uma política pública de turismo precisa levar em consideração todos esses fatores.

(Livro: Programa de Qualificação a Distância para o Desenvolvimento do Turismo: formação de gestores de políticas públicas do turismo.Mtur; Florianópolis; SEAD/FAPEU;UFSC - 2009; pag. 45)

Nenhum comentário:

Postar um comentário