quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Comunidade do Turismo Rural


Ministério do Turismo (MTur) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) assinaram (07 de outubro) acordo de cooperação técnica para o desevolvimento do Turismo Rural e lançaram a Rede Nacional de Turismo Rural, um fórum nacional virtual com intuito de promover a troca de informações e experiências e de fortalecimento das relações e parcerias entre os diversos participantes do segmento.

Além desta comunidade, há também outros objetivos nesta parceria, que de acordo com  MTur e MDA são:

Geração de renda para os agricultores familiares e a agregação de valor à oferta turística;
Fortalecimento dos segmentos de turismo rural e ecoturismo;
Ampliação do acesso ao crédito rural para o turismo por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF;
Comercialização de produtos da agricultura familiar aos equipamentos turísticos, especialmente os de hospedagem e alimentação;
Promoção e realização conjunta de eventos de interesse mútuo e
Integração entre instâncias governamentais e não-governamentais dos setores do turismo e da agricultura familiar.

O acordo, firmado por meio das coordenadorias de Segmentação e de Produção Associada (MTur) e de Turismo e Artesanato (MDA), vigorará até o dia 31 de dezembro de 2011, podendo ser prorrogado. Na sequência, um comitê gestor será constituído, composto por representantes dos dois ministérios, para elaborar um plano de ação que norteará as ações desenvolvidas em conjunto. (Mtur - 07/10)

Confira mais a respeito:

 Cadastro na Rede Nacional de Turismo Rural já está disponível

Usuários poderão participar de fóruns, chats, web conferências e inserir conteúdos

Agricultores, donos de hotéis-fazenda, operadores de turismo e agências de viagem já podem participar da Rede Nacional de Turismo Rural, um grande fórum nacional para a troca de informações e o fortalecimento das relações e parcerias entre os envolvidos com o segmento. A Rede foi lançada ontem (07) durante a VI Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, na Marina da Glória (RJ).

A solenidade teve a participação do Secretário Nacional de Políticas de Turismo, Airton Pereira, e do ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel. O secretário do MTur explica que a articulação do segmento era um pedido antigo dos seus representantes. “Essa articulação é fundamental para que se possa ampliar a quantidade de recursos humanos, materiais ou tecnológicos disponíveis para o desenvolvimento das ações no turismo rural. É necessária para que os empresários, bem como o setor público, possam compartilhar experiências de sucesso ou de fracasso”, destaca Pereira.

Além dos debates on-line, o MTur e o MDA promoverão encontros presenciais e virtuais entre os membros do fórum, a fim de fomentar a estruturação da rede. Qualquer pessoa que se interesse pelos temas do Turismo Rural pode se cadastrar aqui. O registro é gratuito, basta ter uma conta de e-mail para a criação do login. Feito isso, o usuário está pronto para navegar na rede.

A página está inserida nas comunidades do Portal da Cidadania, do MDA, que funciona como uma rede social, onde o usuário cria o seu perfil e pode participar de reuniões on-line ou de web conferências. Também é possível incluir documentos, vídeos, notícias e outras informações relacionadas. Além disso, os participantes podem comentar temas em destaque no fórum de debates. A primeira pergunta é: Quais seriam as ações necessárias para alavancarmos o Turismo Rural no Brasil?

A Rede Nacional de Turismo Rural pertencerá aos participantes, sendo o Governo Federal o fomentador inicial, a fim de que sejam respeitados os princípios da autonomia e horizontalidade, essenciais a qualquer rede.

O segmento

O Turismo Rural é compreendido pelo Ministério do Turismo como o conjunto das atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometidas com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade.

Para o MTur, o meio rural pode ser bem aproveitado para o turismo. Não só as propriedades, como também os atrativos e produtos existentes no campo podem ser uma opção para os turistas e uma oportunidade para os que nele vivem.

 Mtur notícias - 08 de outrubro de 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário