quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Quero é a estrada!

"Sem rumo e inconstante, necessitando ir trecho a fora, a ventos favoráveis, com fé na providência divina. Partir para voltar e voltar para partir, assim fui ontem, sou hoje e serei amanhã, um eterno viajante errante, transformando-se num "hobo"* da vida. Comprarei um "índio"* e com ele vagarei por terras distantes, viandando por aqui e acolá, acumulando experiências marcantes. Vem comigo voçê! De mãos dadas vamos sempre além, compartilhando a felicidade real. Pois como um ladrão da noite, é assim que se chegará o dia do fim e de nada adiantará as riquezas levantadas. Abandonar tudo e ir... sem lenço e nem documento, meu espiríto dicidiu assim!" (Dominique Michelin)

*hobo: vagabundo - *índio: motocicleta

Nenhum comentário:

Postar um comentário