terça-feira, 25 de novembro de 2008

Ministério do Turismo quer pressa no trem de alta velocidade

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, participou de reunião de trabalho no Palácio do Planalto sobre o projeto de implantação do Trem de Alta Velocidade (TAV), que irá ligar São Paulo e Rio de Janeiro.
O Ministério do Turismo passa a fazer parte do Grupo de Trabalho (GT) coordenado pela Casa Civil e que também tem representantes dos Ministérios dos Transportes; Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e Ciência e Tecnologia, além do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O MTur tem especial interesse em acelerar o projeto que interliga os principais aeroportos do país, por onde entraram mais de 3 milhões de turistas estrangeiros em 2006. As regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro são separadas por menos de 500 Km e têm, respectivamente, cerca de 19 milhões e 12 milhões de habitantes. A região de Campinas, a cerca de 100 Km de São Paulo, abriga mais de 2,5 milhões de pessoas.
Além disso, a implementação do TAV interligando estes aeroportos atende à necessidade de mobilidade para os turistas, uma das demandas identificadas pelo Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento − Relatório Brasil, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e encomendado pelo MTur.
O diagnóstico é um trabalho que objetiva orientar políticas e ações, no intuito de racionalizar esforços e recursos dos governos federal, estaduais e municipais no desenvolvimento do turismo.
A implantação do TAV também atenderá à demanda gerada pela realização da Copa do Mundo de Futebol de 2014, que será realizada no Brasil.

Por Correio do Brasil - DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário