domingo, 30 de novembro de 2008

4º Salão do Turismo é lançado oficialmente em São Paulo.

São Paulo (28/11) – O ministro do Turismo, Luiz Barretto, lançou oficialmente na noite desta quinta-feira (27) o 4º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil 2009.

Na cerimônia, ele ressaltou a importância da feira para o turismo brasileiro e lembrou que o salão é um espaço de exposição para os estados divulgarem e comercializarem seus atrativos turísticos.

“O salão é um dos principais protagonistas para a comercialização do turismo brasileiro. Hoje o evento é voltado tanto para quem quer conhecer os destinos turísticos brasileiros como para quem quer comprar e vender, tudo concentrado no mesmo espaço físico”, disse Barretto.

A quarta edição ocorre de 1º a 5 de julho de 2009, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Segundo o diretor do evento, Eduardo Sanovicz, a principal novidade será a criação do salão virtual.

“Esse espaço foi motivado pelo secretário nacional de Políticas do Turismo, Airton Nogueira. Vamos oferecer um instrumento para os expositores para que o salão permaneça no ar os 365 dias do ano".

De acordo com a empresa organizadora, Alcântara Machado Feiras de Negócios, depois do lançamento oficial as reservas para o setor comercial saltaram de 72% para 83%.

Além da área de comercialização, o 4º Salão do Turismo terá um espaço institucional, onde estarão representantes do governo federal e de secretarias estaduais de Turismo.

O local também exibirá manifestações artísticas, novos projetos do setor, artesanato, jóias brasileiras, novidades da gastronomia e da agricultura familiar.

“Com certeza a edição de 2009 terá um grande salto de qualidade e se consolidará como o principal evento de turismo receptivo no Brasil", afirmou Barretto.

Participaram da solenidade o secretário estadual de Esporte, Lazer e Turismo de São Paulo, Claury Santos; o secretário estadual de Turismo do Rio Grande do Norte, Fernando Fernandes; o secretário estadual de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli; o show manager do evento, Lawrence Reinisch. Autoridades e representantes do governo federal, estados e municípios também estiveram presentes, bem como empresários e executivos do setor.

Expectativas para o turismo – Durante a cerimônia, Barretto que a crise financeira internacional representa uma oportunidade para o turismo brasileiro. A perspectiva, segundo ele, é que o verão 2008/2009 será uma boa temporada para o país.

“Com a desvalorização do real frente o dólar, há uma projeção de crescimento do turismo doméstico. Houve uma queda de 30% dos gastos brasileiros no exterior e um aumento de 10% dos gastos de estrangeiros no país”, disse Berretto, citando dados do Banco Central referentes a outubro. “A procura pelo produto Brasil vai aumentar já no curto prazo, uma vez que ele está mais barato para os estrangeiros", acrescentou o ministro.

Ele disse ainda que o governo federal vem trabalhando pontualmente para enfrentar a crise e o Ministério do Turismo tem procurado a melhor forma possível para reduzir os impactos no turismo. “Acredito na criatividade característica do brasileiro para enfrentar essa etapa”.

Salão do Turismo – A quarta edição do evento será promovida pelo Ministério do Turismo e organizada pela Alcântara Machado Feiras de Negócios. A projeção é chegar a 50 mil metros quadrados de exposição.

A edição de 2008 reuniu 90 mil visitantes, com mais de R$ 32 milhões de recursos gerados para a cidade de São Paulo, além da primeira experiência com a área de comercialização.

Realizado pela primeira vez em 2005, a proposta do salão era apresentar ao Brasil os roteiros turísticos trabalhados pelo Programa de Regionalização.

Na edição de 2006 foi criado o balcão de comercialização, onde operadoras e agências de viagens colocaram seus produtos à venda. Em 2008, essa estrutura evoluiu para a área de comercialização, que também disponibilizou espaço para venda de outros serviços relacionados ao turismo, como hotéis e parques temáticos.

Fonte: Mtur

Nenhum comentário:

Postar um comentário